Pão duro usa luzes de Natal compradas há 48 anos

359
Shaddick e suas lâmpadas de natal, 10 anos mais velhas do que ele (Foto: Reprodução/SWNS)

Quando o britânico Ross Shaddick, 38 anos, liga as luzes de sua árvore de Natal, na cidade de Pymouth, Inglaterra, ele tem orgulho de contar aos amigos que elas são 10 anos mais velhas do que ele.

As pequenas lâmpadas foram compradas pela mãe de Shaddick em 1969, por 3 libras, o equivalente a 15 reais, e desde então foram utilizadas em todos os natais, sem sequer uma delas ter queimado.

Em entrevista a agência de notícias britânicas South West, Shaddick afirma que quer comemorar em 2019 os 50 anos das luzes, e para conseguir isso ele não as enrola e as guarda em um armário como todos fazem após o período de festas. Shaddick as deixa penduradas em uma pequena árvore de plástico em sua casa.

Apesar da esperança de comemorar os 50 anos das lâmpadas, o britânico sabe que dificilmente poderá contar com elas pelo resto da vida. “O pior problema com elas é que a proteção plástica dos fios está se deteriorando com o tempo, mas elas são o componente mais estável da minha vida, e continuarei mantendo essa tradição enquanto puder”, afirmou Shaddick.

Segundo Shaddick as lâmpadas devem ter passado pelo menos 30 mil horas em funcionamento, contando todos os natais desde 1969, e ele ainda não sabe o que fazer quando a hora de se despedir delas chegar.