O mexicano Roberto Cabrera, auto-denominado o “homem com maior pênis do mundo”, com um tamanho de 48 centímetros, não passa de um farsante, conforme afirmaram médicos que o examinaram recentemente.

Cabrera, que recentemente recebeu o direito de se aposentar por invalidez por não conseguir trabalho devido a seu membro avantajado, teria um pênis de cerca de 18 centímetros, e não o tão propagado quase meio metro de comprimento.

O programa Barcroft TV foi ao México mostrar a vida de Cabrera, e pediu que alguns médicos realizassem exames no homem. Segundo Jesus Gilmore, médico que examinou Roberto, o resultado dos exames, que incluíram raio-x e tomografia computadorizada mostrou a farsa.

“A tomografia computadorizada mostrou que há um prepúcio muito grande, que vai quase até o joelho. O pênis em si tem cerca de 16 a 18 centímetros. Então, ele não passa de prepúcio, vasos sanguíneos e algumas inflamações de pele”, explicou o doutor Gilmore.




Além disso um psiquiatra que atendeu Cabrera há anos atrás, afirma que ele era obcecado com o tamanho de seu pênis, e queria que ele fosse o maior possível, por este motivo, amarrava pesos na ponta do membro para que ele aumentasse de tamanho com auxílio da gravidade.

Devido ao “problema”, Roberto Cabrera sofre com constantes infecções urinárias, além de ser incapaz de ter ereções, mesmo sendo seu grande sonho ser ator de filmes adultos. Ele já foi aconselhado a remover o excesso de pele de seu pênis, porém, rechaça qualquer sugestão nesse sentido.




Agora, o título de maior pênis do mundo provavelmente passará para o norte-americano Jonah Falcon, que possui incríveis 38 centímetros quando ereto.