Alemães usam maconha para aquecer casas

393
Maconha era suficiente para fazer 3,8 milhões de baseados. (Foto: Divulgação)

O rigoroso inverno alemão foi combatido hoje de uma forma um pouco diferente em Munique, quando a usina de calor e eletricidade de Olching usou maconha como combustível de suas caldeiras.

A polícia alemã utilizou as instalações da usina para incinerar aproximadamente 550 kg de maconha apreendidos em dezembro do ano passado, na cidade de Nuremberg. Para ter ideia do tanto de droga que isso significa, segundo os oficiais a quantidade seria suficiente para fazer aproximadamente 3,8 milhões de baseados, mais de dois cigarros de maconha para cada habitante da cidade – Munique conta com 1,4 milhão de cidadãos atualmente.

Segundo a polícia, não apenas a quantidade da droga impressiona, mas também a qualidade dela. Segundo testes ela possuia um nível de THC, a substância que “dá o barato” da maconha, cerca de 35% superior a média.

O gerente da usina, Thomas König disse que se sentia feliz em queimar a erva. “A incineração do material é usada para gerar aquecimento e eletricidade para as pessoas da região, fico feliz por ajudar a combater as drogas e aquecer os nossos clientes”, disse König.