Os moradores do vilarejo de Vale do Salgueiro, em Portugal, mantém há anos uma tradição no mínimo controversa. Durante o festival religioso da Epifânia, eles encorajam as crianças que moram no local a fumarem.

A tradição existe há anos no vilarejo, e até onde se sabe não é reproduzida em nenhum outro lugar do mundo. Os moradores locais também não sabem explicar como ela surgiu, tampouco qual seu simbolismo para o festival religioso.

“Somente aqueles que vivem e são criados aqui podem realmente entender o significado desta tradição”, disse o presidente da paróquia, Carlos Cadavez.

Ele explicou que sua filha de 10 anos, Luísa, provavelmente fuma de dois a três maços de cigarros durante os dias da celebração, um número que ele acredita estar na média da pequena cidade.

Guilhermina Mendes, dona de um pequeno café no local, admite que deu cigarros para seus filhos. “Sim, eu dei. Não posso explicar o porquê. Eu não vejo nenhum dano nisso porque eles realmente não fumam, eles inalam e imediatamente expiram, é claro. É somente nestes dias, hoje e amanhã. Nunca pedem cigarros novamente, então não vejo nenhum mal”, disse ela.

Vale lembrar que assim como no Brasil, em Portugal também é proibido vender ou fornecer cigarros a menores de idade.