Os cinco assassinatos mais bizarros da história

833

Assassinatos acontecem das mais diversas formas, armas de fogo, facas, asfixia são apenas algumas das maneiras que as pessoas utilizam para tirar a vida de seus semelhantes.

Porém, algumas pessoas decidiram matar as outras de formas nem um pouco usuais, como você pode conferir na lista abaixo.

1 – Asfixia com os seios

Em 2013, Donna Lange, moradora de Washington, nos Estados Unidas foi presa acusada de matar seu namorado o sufocando com seus seios gigantes. Os vizinhos ouviram o casal, que morava em um trailer, brigando violentamente, e chamaram a polícia. Ao chegarem ao local os políciais encontraram o namorado de Donna já sem vida, com ela sobre ele pressionando os seios em seu rosto.

2 – Crucifixo da morte

Karen Walsh utilizou um crucifixo para matar sua vizinha, Marie Rankin, de 81 anos. O rosto da idosa estava cheio de marcas do símbolo religioso. Segundo contou à polícia, o motivo do assassinato foi que Marie reclamou muito com Karen que ela estava bebendo. A assassina ainda abusou sexualmente de sua vítima após a morte para que a polícia fosse confundida na investigação.

3 – Sapatos assassinos

Ana Lila Trujillo decidiu matar seu namorado, Alf Stefan Andersson, utilizando o par de sapatos de salto alto que utilizava no momento do crime. O corpo de Andersson foi encontrado com mais de 10 buracos feitos pelo salto alto de Ana, alguns com 5 centímetros de profundidade. Ela foi encontrada na cena do crime coberta de sangue, e alegou que agiu em legítima defesa.

4 – Pequena, porém mortal

Em um centro de reabilitação para dependentes químicos em Hertfordshire, Inglaterra, em 2003, Richard Clare usou uma colher de chá para matar Timothy Magee , que lhe devia dinheiro na época. Richard acertou Timothy na parte de trás da cabeça com a colher, rompendo uma artéria e causando um sangramento fatal no cérebro da vítima. Richard foi considerado inocente, já que o tribunal acreditava que ele estava agindo em legítima defesa, mas sete anos depois, Richard matou outra pessoa, desta vez com um machado, e foi enviado à prisão por 27 anos.

5 – Chave de perna

Debra Hewitt matou seu namorado com sua perna mecânica em 2011. Debra, que era moradora de rua na época, já havia sido absolvida por assassinato duas vezes anteriormente, pisoteou o namorado, Dwayne Ball. Ela então tirou a perna mecânica e a usou para bater nele até a morte. Ainda mais bizarro? Ela cometeu o assassinato enquanto equilibrava-se em apenas uma perna. Ela atualmente está presa pelo crime.